Óculos de cabeceira

27 mar

Untitled 3 – Hoje estive lembrando de tudo que fizemos, eu não precisava e já não tinha olhos pra mais ninguém, lembrei dos momentos que tivemos a sós, que já não era necessário o uso de uma palavra se quer, momentos que pareciam mágicos por mais que tivessem sido tão simples, de como era prazeroso te ouvir cantando aquela música e as caras e bocas que fazia, o jeitinho que você fazia quando eu tocava seu nariz e o quanto eu gostava daquilo, de quando eu te fazia sorrir e isso já valia todo o meu dia, das horas ardentes no escuro do meu quarto, batendo na porta, da parede pra cama e quando tudo terminava sentir tua cabeça pousar em meu braço teu corpo junto ao meu e te olhar enquanto você adormecia, e ao amanhecer você mexendo-se me acordava e olhando em meus olhos dizia bom dia, hoje sentir falta dos seus óculos em minha cabeceira.

(emanuelburaga)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: